A paulistinha Lari Pedrozo vence seus traumas cantando

Assim como muitos brasileiros, a pequena Lari Pedrozo, com apenas 10 anos, já tem uma história de superação. Ela mora no interior de São Paulo, em Itapetininga, onde sofreu bullying na escola.

Lari Pedrozo trocou de escola há quase dois anos. Após fazer seis meses de terapia, sua mãe, Cristiane Pedrozo, decidiu incentivar ela na música.

 

A mãe conta que foi gravando vídeos de covers, tirando fotos e postando na rede social, que aos poucos Lari  se tornou mais segura e feliz na nova escola.

“Ela tinha vergonha de falar em público. Agora ela está bem mais segura, com auto estima elevada,  já faz live, tira fotos  e interage com as pessoas”,  afirma a mãe.

 

Atualmente, Lari Pedrozo faz aula de canto que tanto ama e estuda violão, coral e teoria de percepção no Conservatório de Tatuí, que é referência no ensino de música.

guileac

Sócio diretor do jornal O Campista desde sua fundação feito para ajudar as pessoas que não tem espaço na mídia a mais de 12 anos fazendo a diferença.